PORTAL BANDA KU - BRASIL E AMÉRICA DO SUL

Google
(c) 2003-2010 G. Paiva Ass. e Cons. Ltda
Edição e Manutenção: Geraldo Paiva
Última atualização: 21.04.2010
Onde você encontra a orientação técnica que procura




COMO USAR UMA BÚSSOLA PARA DIRECIONAR UMA ANTENA AO NORTE VERDADEIRO


Uma vez encontrada a direção no NG, ou se faz uma marcação de referência na coluna-pedestal, ou se alinha a antena com o NG e também se faz uma marcação de referência na coluna-pedestal.

Embora se tenha, dessa forma, encontrado o NG, no alinhamento final da antena é conveniente repassar os procedimentos de alinhamento, para garatir que a antena esteja de fato apontada com precisão para o NG, sempre que estivermos falando de antenas montadas em cabeçote polar ou em cabeçote de motor H-H, usado com pequenas antenas para banda Ku.
Figura 1
No alinhamento de uma antena, sempre nos deparamos com a necessidade de conhecer o Norte verdadeiro, ou Norte Geográfico, seja para marcar no pedestal coluna um ponto de referência do NG seja para fixar uma antena, montada no cabeçote polar, ou nocabeçote de motor H-H, depois de alinhada com apontamento para o NG.

Quando não tem se nenhum ponto de referência anterior, utilizamos de uma bússola, instrumentos que os geógrafos utilizam no campo.

Sabemos que a bússola tem uma agulha imantada que sofre atração de metais magnetizados. Assim, no apontamento da antena, deve-se preservá-la de poder estar sofrendo influência de partes metálicas da antena.

Um dos dados necessários para se buscar o Norte geográfico é conhecer o ângulo de declinação magnética do local onde está instalada a antena. Normalmente isso pode ser obtido na administração de aeroportos, em órgãos vinculados ao IBGE, ou mesmo na internet.

Na Figura abaixo, buscou-se encontrar o NG através de uma bússola, onde a declinação magética era 22.5 graus. A agulha imantada da bússola apontou para uma direção que representava o Norte magnético. Como a declinação magnética do local era 22.5 graus,  tornou-se necessário girar a bússola no sentido dos ponteiros do relógio, até que a parte vermelha da agulha coincidisse com a marcação de 237.5 graus no disco graduado de 0 a 360 graus, para que o portão indicasse a direçãop do NG.